Técnico-administrativos da UFPB decidem participar do ato contra as reformas no próximo dia 31

Adesão da categoria vem acompanha de uma jornada de paralisações contra as Reformas

Escrito por: Sintesp-PB • Publicado em: 28/03/2017 - 15:51 Escrito por: Sintesp-PB Publicado em: 28/03/2017 - 15:51

Em assembleia geral, convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Ensino Superior da Paraíba-SINTESPB, entidade representativa das universidades públicas do Estado, realizada na manha desta segunda-feira, os servidores técnico-administrativos da Universidade Federal da Paraíba aprovaram participar do Dia Nacional de Luta contra a terceirização, as Reformas da Previdência e Trabalhista, dia 31 de março, próxima sexta-feira, organizado pelas centrais sindicais, Frente Brasil Popular, Frente Povo sem Medo e o Fórum Paraibano em defesa da Previdência.

Na oportunidade, foi criada a comissão de mobilização da entidade, com o objetivo de organizar as atividades e material de divulgação sobre o ato, que terá como ponto de concentração o Lyceu Paraibano, a partir das 14h00min horas.  A primeira reunião da comissão  ficou agendada para esta terça-feira, às 14:00 horas, na sede do SINTESPB. Participaram da abertura da assembleia os representantes da CUT e Frente Brasil Popular, Paulo Tavares, o diretor da ADUF-JP, Fernando Cunha, representando o Fórum Paraibano em defesa da Previdência.

Constaram também como pauta da assembleia as deliberações sobre a última Plenária da FASUBRA, onde foram passadas informações sobre a campanha salarial em curso, e o novo aumento da GEAP. Sobre    esta questão, o advogado do SINTESPB, Ivamberto Carvalho, falou sobre o julgamento da ação da GEAP/2016. Ficou definido que o SINTESPB, através da sua assessoria jurídica, vai entrar com uma medida judicial para coibir o aumento abusivo imposto para o ano em curso. Ivamberto informou ainda sobre a obrigatoriedade do desconto do imposto sindical para todos os funcionários públicos sejam sindicalizados ou não.

A assembleia contou ainda com a presença da Coordenadora da Divisão de Qualidade de Vida da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas –PROGEP da UFPB, Tatiana Adriano de Oliveira e  do  presidente da Comissão Permanente  da Acumulação de Cargos e Empregos, Isaias Araújo de Souza que justificaram a ausência do pró-reitor Francisco Ramalho, e explicaram as novas alterações no que tange à periculosidade, insalubridade , a gratificação por Raio-X e sobre a responsabilidade do servidor e instituição com o turno contínuo de trabalho. Ela disse que todos os funcionários que têm esses benefícios passarão por uma revisão. O SINTESPB espera que essa revisão não venha a retirar o direito desses benefícios. Uma reunião específica para discutir essa questão foi deliberada na assembleia.

Título: Técnico-administrativos da UFPB decidem participar do ato contra as reformas no próximo dia 31, Conteúdo: Em assembleia geral, convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Ensino Superior da Paraíba-SINTESPB, entidade representativa das universidades públicas do Estado, realizada na manha desta segunda-feira, os servidores técnico-administrativos da Universidade Federal da Paraíba aprovaram participar do Dia Nacional de Luta contra a terceirização, as Reformas da Previdência e Trabalhista, dia 31 de março, próxima sexta-feira, organizado pelas centrais sindicais, Frente Brasil Popular, Frente Povo sem Medo e o Fórum Paraibano em defesa da Previdência. Na oportunidade, foi criada a comissão de mobilização da entidade, com o objetivo de organizar as atividades e material de divulgação sobre o ato, que terá como ponto de concentração o Lyceu Paraibano, a partir das 14h00min horas.  A primeira reunião da comissão  ficou agendada para esta terça-feira, às 14:00 horas, na sede do SINTESPB. Participaram da abertura da assembleia os representantes da CUT e Frente Brasil Popular, Paulo Tavares, o diretor da ADUF-JP, Fernando Cunha, representando o Fórum Paraibano em defesa da Previdência. Constaram também como pauta da assembleia as deliberações sobre a última Plenária da FASUBRA, onde foram passadas informações sobre a campanha salarial em curso, e o novo aumento da GEAP. Sobre    esta questão, o advogado do SINTESPB, Ivamberto Carvalho, falou sobre o julgamento da ação da GEAP/2016. Ficou definido que o SINTESPB, através da sua assessoria jurídica, vai entrar com uma medida judicial para coibir o aumento abusivo imposto para o ano em curso. Ivamberto informou ainda sobre a obrigatoriedade do desconto do imposto sindical para todos os funcionários públicos sejam sindicalizados ou não. A assembleia contou ainda com a presença da Coordenadora da Divisão de Qualidade de Vida da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas –PROGEP da UFPB, Tatiana Adriano de Oliveira e  do  presidente da Comissão Permanente  da Acumulação de Cargos e Empregos, Isaias Araújo de Souza que justificaram a ausência do pró-reitor Francisco Ramalho, e explicaram as novas alterações no que tange à periculosidade, insalubridade , a gratificação por Raio-X e sobre a responsabilidade do servidor e instituição com o turno contínuo de trabalho. Ela disse que todos os funcionários que têm esses benefícios passarão por uma revisão. O SINTESPB espera que essa revisão não venha a retirar o direito desses benefícios. Uma reunião específica para discutir essa questão foi deliberada na assembleia.



Informativo CUT PB

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.