Reunião do Coletivo Jurídico da CUT-PB acontece nesta quinta (14)

Participam dirigentes sindicais, advogados e assessores jurídicos das entidades filiadas

Escrito por: ascom CUT-PB • Publicado em: 13/09/2017 - 13:38 • Última modificação: 13/09/2017 - 14:19 Escrito por: ascom CUT-PB Publicado em: 13/09/2017 - 13:38 Última modificação: 13/09/2017 - 14:19

Emmanuela Nunes

A Central Única dos Trabalhadores da Paraíba (CUT-PB) realiza nesta quinta-feira (14), às 14h, no Auditório do Sinttel, localizado na rua Rodrigues de Aquino, 290 – Centro, a reunião do Coletivo Jurídico Estadual da CUT-PB. Entre os participantes da atividade estão diretores, assessores jurídicos e advogados dos sindicatos. O intuito da iniciativa é estimular o empoderamento dos dirigentes sindicais acerca das consequências geradas pelas reformas.

Segundo Joel Carlos do Nascimento, secretário-geral da CUT-PB, o principal objetivo da reunião será discutir os impactos das reformas na vida dos trabalhadores e trabalhadoras. “Iremos ampliar o debate e tirar diretrizes para a atuação conjunta do movimento sindical no enfrentamento à implementação das medidas previstas através das recentes aprovações da Lei da Terceirização e da Reforma Trabalhista. Entre outros aspectos, encaminharemos uma agenda de organização e ação das entidades sindicais, em meio às retiradas de direitos”, explicou.

A iniciativa pretende construir um Fórum em Defesa da Classe Trabalhadora, ao estabelecer um contrapondo à aplicação de artigos inconstitucionais já identificados na reforma. 

 

Título: Reunião do Coletivo Jurídico da CUT-PB acontece nesta quinta (14), Conteúdo: A Central Única dos Trabalhadores da Paraíba (CUT-PB) realiza nesta quinta-feira (14), às 14h, no Auditório do Sinttel, localizado na rua Rodrigues de Aquino, 290 – Centro, a reunião do Coletivo Jurídico Estadual da CUT-PB. Entre os participantes da atividade estão diretores, assessores jurídicos e advogados dos sindicatos. O intuito da iniciativa é estimular o empoderamento dos dirigentes sindicais acerca das consequências geradas pelas reformas. Segundo Joel Carlos do Nascimento, secretário-geral da CUT-PB, o principal objetivo da reunião será discutir os impactos das reformas na vida dos trabalhadores e trabalhadoras. “Iremos ampliar o debate e tirar diretrizes para a atuação conjunta do movimento sindical no enfrentamento à implementação das medidas previstas através das recentes aprovações da Lei da Terceirização e da Reforma Trabalhista. Entre outros aspectos, encaminharemos uma agenda de organização e ação das entidades sindicais, em meio às retiradas de direitos”, explicou. A iniciativa pretende construir um Fórum em Defesa da Classe Trabalhadora, ao estabelecer um contrapondo à aplicação de artigos inconstitucionais já identificados na reforma.   



Informativo CUT PB

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.