Nota de Repúdio

A CUT PB se solidariza com os familiares dos companheiros do MST assassinados, repudia violência e cobra punição aos culpados

Escrito por: autor da CUT-PB • Publicado em: 10/12/2018 - 12:02 • Última modificação: 10/12/2018 - 12:18 Escrito por: autor da CUT-PB Publicado em: 10/12/2018 - 12:02 Última modificação: 10/12/2018 - 12:18

Edição ascom CUT-PB

A direção da CUT/PB vem a público manifestar com tristeza, indignação e repulsa, solidariedade ao povo do MST, particularmente às famílias, amigos e companheiros dos militantes José Bernardo da Silva (Orlando) e Rodrigo Celestino, do assentamento Dom José Maria Pires, município de Alhandra, assassinados na noite de 9/12.

Nosso repúdio vai, sobretudo, a toda forma de violência praticada contra a qualquer ser vivo, principalmente, àquela praticada contra quem vive doando sua vida em prol de justiça social.

Nossa indignação é maior quando a violência é praticada com sinais claros de intimidação ou tentativa de calar vozes e destruir movimentos ativos que se mobilizam para enfrentar um modelo de sociedade excludente e lutar por um modelo humanitário que busque o socialismo, tendo a liberdade como um dos maiores valores.

Por isso, reafirmamos nossa posição de não nos calar e continuar firmes cobrando dos poderes “competentes” providências urgentes no sentido de investigar, elucidar e punir com os rigores da Lei os culpados e fazer todo um esforço para coibir qualquer prática violenta, sobretudo com viés de perseguição e intimidação aos movimentos sociais como parece ser o caso.

A CUT vem também convocar os companheiros do movimento sindical a se fazerem presentes ao enterro de Orlando, que será realizado nesta segunda-feira, às 09:00 horas, em Mari. O corpo está sendo velado na Capela Nossa Senhora Aparecida, no assentamento Zumbi dos Palmares, durante toda a noite e amanhã, às oito horas, será celebrada missa de corpo presente, logo após haverá o sepultamento, na cidade de Mari.

 

Paulo Marcelo de Lima

Presidente

Título: Nota de Repúdio, Conteúdo: A direção da CUT/PB vem a público manifestar com tristeza, indignação e repulsa, solidariedade ao povo do MST, particularmente às famílias, amigos e companheiros dos militantes José Bernardo da Silva (Orlando) e Rodrigo Celestino, do assentamento Dom José Maria Pires, município de Alhandra, assassinados na noite de 9/12. Nosso repúdio vai, sobretudo, a toda forma de violência praticada contra a qualquer ser vivo, principalmente, àquela praticada contra quem vive doando sua vida em prol de justiça social. Nossa indignação é maior quando a violência é praticada com sinais claros de intimidação ou tentativa de calar vozes e destruir movimentos ativos que se mobilizam para enfrentar um modelo de sociedade excludente e lutar por um modelo humanitário que busque o socialismo, tendo a liberdade como um dos maiores valores. Por isso, reafirmamos nossa posição de não nos calar e continuar firmes cobrando dos poderes “competentes” providências urgentes no sentido de investigar, elucidar e punir com os rigores da Lei os culpados e fazer todo um esforço para coibir qualquer prática violenta, sobretudo com viés de perseguição e intimidação aos movimentos sociais como parece ser o caso. A CUT vem também convocar os companheiros do movimento sindical a se fazerem presentes ao enterro de Orlando, que será realizado nesta segunda-feira, às 09:00 horas, em Mari. O corpo está sendo velado na Capela Nossa Senhora Aparecida, no assentamento Zumbi dos Palmares, durante toda a noite e amanhã, às oito horas, será celebrada missa de corpo presente, logo após haverá o sepultamento, na cidade de Mari.   Paulo Marcelo de Lima Presidente



Informativo CUT PB

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.