A Comunicação como arma de luta

27/02/2013 - 00:00

Os trabalhadores precisam de instrumentos eficientes de comunicação.

 

Os trabalhadores precisam, cada vez mais, de instrumentos eficientes de comunicação. Os meios de comunicação, sejam os de massa ou os digitais, são fortes instrumentos a favor da democratização e do fortalecimento da cidadania. Servem para divulgar, inclusive, nossas bandeiras de luta e dar acesso e transparência às informações nos mais diversos nível. 

Em contraponto ao uso democrático dos meios de comunicação, o que percebe-se hoje, muito visivelmente, é tentativa ofensiva da direita de desqualificar e de manipular informações. Estas ofensivas através da mídia manipulada pelos setores conservadores de direta minimizam e restringe os avanços de setores do governo.

Essa tendência conservadora direitista também é a mesma que está insatisfeita, pois anos atrás tínhamos uma verdadeira farra com o dinheiro público e que hoje foi minorada.

 O movimento sindical e social tem um papel muito importante nessa queda de braço pela democratização das comunicações.

Primeiramente, na organização dos trabalhadores na luta por melhores condições de trabalho e uma melhor qualidade de vida para todos. É bom lembrar que independente do governo de plantão, nenhuma conquista virá sem as lutas e determinação dos trabalhadores. Temos certeza que os setores progressistas em nosso país nos ouvirão, pois a CUT estará nas ruas para fazer deste discurso e desta bandeira uma máxima.

 

Em segundo lugar, o movimento sindical e social tem nas redes sociais algo transformador, se fizermos com eficiência e competência. Atualmente, a rede mundial de computadores divide o poder da grande imprensa, que, em muitos casos, destorce e passa a informação de forma tendenciosa, de acordo com seu interesse político.

 

Mas a imprensa parcial é incapaz de dominar as redes sociais, que a cada dia formam opinião e tomam assíduos os expectadores dos grandes meios de comunicação.